domingo, 22 de fevereiro de 2009

Carnaval



Chegou o Carnaval e eu fui em Ponta Negra me divertir no bloco dos Poetas, Carecas, Bruxas e Lobisomens! O 5° ano do bloco de rua prestou uma homenagem ao cartunista Edmar Viana, que faleceu no ano passado. Eu estava em boa companhia e reencontrei diversos amigos/artistas trabalhando por lá. Os bonecões criados por João Natal estavam lindos com destaque para o boneco do Edmar Viana! Várias marchinhas clássicas de carnaval foram tocadas e foi bem tranquilo com a presença de muitas famílias por lá. Por fim, curti o show foda da cantora fodona Krystal! Estou muito feliz em estar curtindo tudo isso! Tive um bom Carnaval e espero que os próximos sejam tão divertidos quanto este!


Chegou o Carnaval!

O estandarte e os bonecões!

Poetas, Carecas, Bruxas e Lobisomens
 
Fantasias com as Charges de Edmar Viana

Foi uma festa divertida e a cantora Krystal estava lá!

O coelhinho se eu fosse como tu nova animou a festa!

O Autor Desconhecido



Este espaço em meu blog é dedicado aos autores desconhecidos, que permanecerão desconhecidos que escrevem coisas desconhecidas que ninguém jamais imaginou um dia conhecer. O autor desconhecido é um mistério. Não conhecemos nada sobre ele, nem se ele é ele mesmo (pode ser ela, elas, eles ou algo). Não existe nada que possa comprovar a identidade do autor desconhecido e nem o porquê ele faz o que faz. Uma coisa posso garantir para vocês que estão lendo este blog no momento: O artista desconhecido de maneira nenhuma sou eu, pois eu sou um artista conhecido e o verdadeiro artista desconhecido.Mesmo sendo eu quem posta os textos em meu blog os textos do autor desconhecido não sou eu que idealizei, eles já estavam lá esperando que alguém transmitisse as mensagens neles contidos. E o mais legal destes textos sempre será a mensagem e não o autor. Feita esta apresentação sobre alguém que não conheço inicio esta postagem com o primeiro texto do autor desconhecido, que não tem título aliás...

Quem será o autor desconhecido?

"Quem nunca durante uma madrugada qualquer, despertou de um pesadelo e ficou agonizando por horas pensando na possibilidade do pesadelo torna-se-á real. Mas não era um pesadelo de morte, nem de dor, apenas de sentimentos não mortos. Que por vezes me sufoca com um sentimento de falta.

A angústia de uma vez só invadiu o meu peito, fazendo-me lembrar das maiores trevas que já passei e fazendo-me sentir falta dela.

A tristeza é profunda e só agora percebi como faz falta o que causava e agonizo cada vez mais por saber que o passado não está aqui. Durante uma madrugada qualquer em um sonho angustiante senti o gosto da derrota e me vi pensando por horas como eu queria que o passado não tivesse sido tão cruel e tivesse presente até o futuro. E o que mais me dói é o arrependimento de não poder ter sido como deveria ser"

Autor desconhecido

Oscoringa



Estou morrendo de sono mas resolvi acompanhar o Oscar por apenas um motivo: Saber se o Heath Ledger vai ganhar o Oscar como ator coadjuvante pela sua interpretação como Coringa em The Dark Knight. Quando começaram a sair as informações sobre o filme e falaram que a interpretação de Heath Ledger do personagem era digna de ganhar um Oscar. Pensei que era exagero (mas se bem que eu já tinha visto ele em Broceback Mountain onde fez outra interpretação digna de Oscar então não me surpreendi tanto na escalação dele para o personagem como na interpretação). Mas depois de ver o filme (a melhor das surpresas que tive nos cinemas e um belo sonho que se realizou), vi que não era exagero nenhum. Infelizmente, o ator morreu e o Oscar que ele ganhou foi póstumo. A família recebeu emocionada a estatueta com um belo discurso com palavras de carinho e amor ao ator. Ah cara eu achei legal ele ter ganhado o Oscar por interpretar com louvor um personagem de quadrinhos (aka Coringa). Mas também é  triste por ser póstumo. "Why so Serious?"






A família de Ledger esteve presente para receber o Oscar


Foi um discurso carinhoso e emocionado


Sim! O Coringa ganhou o Oscar!

Psycho: Cereal Killer




Psycharge: Apenas mais um...

Roteiro e Arte: Joseniz Guimarães de Moura


sábado, 21 de fevereiro de 2009

O Romanceiro




Antes de falar sobre o espetáculo vou falar sobre dois pontos importantes para o entendimento da importância do mesmo:

Romance

Romances são poemas musicados, cujas raízes mais profundas mergulham na Idade Média (476-1453 D.C.), particulamente, nos séculos das Cruzadas (1096-1270). Esta é a fase áurea da cavalaria, em que a bravura dos cavaleiros cristão deu origem às canções de gesta (canções que celebravam grandes feitos) traduzindo em verso e canto, as aventuras dos Cruzados. Eram longos poemas, com centenas de estrofes, transmitidos oralmente, antes do advento da imprensa e perpetuados fielmente, pela memória popular. Os romances existiram com outras demnominações, em diferentes países europeus, mas foi em Portugal e na Espanha que eles ganharam maior projeção.

O estudo do romance no Brasil possui duas grandes vertentes: O Romanceiro Ibérico (de Portugal e Espanha) e o Romanceiro Brasileiro.

Fonte: Espaço e Tempo do Folclore Potiguar- Folclorista Deífilo Gurgel

Corajosos cavaleiros medievais

Dona Militana
Dona Militana Salustino do Nascimento nasceu em Barreiros, no município de São Gonçalo do Amarante/RN, no dia 19/03/1926 e reside no Sítio Oteiro no mesmo município. é uma importante romanceira do brasil, condecorada pelo presidente da república, excelentíssimo senhor Luiz Inácio Lula da Silva em 2005 e diversas vezes homenageada. Ela é uma das últimas romanceiras do país e através de seu canto ela conta histórias que aprendeu de seu pai através da tradição oral.

Dona Militana

O espetáculo "O Romanceiro" tem como base os antigos romances e canções de Dona Militana, eles são transportados em cena através de representação teatral (em alguns momentos de modo bem ritualístico) da dança e da música com diversos artistas de Barreiras e Diogo Lopes/Macau. As histórias contadas são trágicas e algumas delas são trágicas mas contadas/cantadas de forma engraçada. O espetáculo foi excelente tanto esteticamente como culturalmemente e mantém vivo os romances cantados por Dona Militana. Até os mínimos detalhes como pequenos espelhos colocados no figurino contribuíram para cena refletindo a luz no teto, causando um efeito de iluminação bem aproveitado. Quando o espetáculo terminou fiquei com as músicas na cabeça e lembrando das cenas, foi algo único e, felizmente, tinha diversas pessoas presentes para contar/cantar a história.

O Romanceiro
Dança Teatro Musical
Baseado nos romances e cantigas de Dona Militana

Pesquisa, concepção e direção geral: Véscio Lisbo
Preparação de atores e direção de ensaios: Adailton Damacena
Direção executiva: Nereleide Samara
Trilha Sonora e Direção musical: Elnatan de Souza
Iluminação, Direção e cortesia: Castelo Casado
Maquiagem: Tushir
Figurinos: Artesãs da RDS Ponta do Tubarão
Coreografia: Ronaldo Damas
Coreografia e figurinos dos bailarinos: Alex Vinícius
Direção artística do Grudanporan: Alana Oliveira
Técnica de som: Cristiano Weine
Xilogrvuras: Cibele de Oliveira
Apoio: Marcelo Mariano

Elenco:
Aline Cristina
Anderson Queiroz
Cassio Leandro
Charles Van
Erick Cardoso
Fabrício da Silva
Francielly Soraia
Francisco Diogo
Francisco Erivonildo
Getúlio Breno
Helaine Cristina
Hully Marques
Irandson do Nascimento
Isabele Rossana
Jayne Silva
José Wilkson
Kleiton Queiroz
Lázaro Lopes
Lindecleupe Ferreira
Marcio Damacena
Mauricélio Damaceno
Neilton Kleiton
Pedro Sérgio
Rafael Rodrigo
Sergio Henrique
Wellington Nascimento
Bailarinos:
Alana Oliveira
Aline Costa
Alex Vinicius
Maria José
Janaina Keila
Ailton Barbosa
Ericlenio Carlos
Rafael Santiago


O Casamento



No dia 15 de Janeiro de 2009, estive presente no casamento dos amigos/artistas Laura e Adriano. Inicialmente tinha impresso no tempo certo (de um dia para o outro) as HQs que fiz especialmente para o casamento, deu um trabalhão mas valeu a pena! Desde que conheci os dois eu tinha dito que ia fazer uma HQ para o dia do casamento deles. Enquanto esperava o ônibus que ia me levar até o local do casamento, encontrei com os amigos/artistas Recy Freire e Bruno. Recy é uma pessoa maravilhosa e mais extrovertida que eu o que me fez sair do modo zumbi em que estava por ficar praticamente sem dormir e conversar um pouco mais desperto. No ônibus conversei com Bruno e sua amiga (cara sou péssimo com nomes, lembro mais de fisionomias) sobre coisas legais enquanto Recy e o restante dos convidados desenterravam músicas que eu já não lembrava mais (o que foi legal já que a viagem era muito muito longa). Quando chegamos de viagem, tivemos a calorosa recepção do noivo e recebemos a instrução de não pisar no caminho de areia (eu pisei acidentalmente no caminho...). O local era bastante bonito e parecia ter saído de um conto de fadas. Ficamos um bom tempo conversando na sombra e água fresca enquanto o casamento não começava. Quando o casamento começou, o momento inesquecível foi quando vi a Laura vestida de noiva nervosamente anciosa e feliz... Podia perceber sutis variantes de sentimentos e todos eles ligados ao amor. Acho que uma definição melhor para o que vi naquele momento é amor. Quem esteve presente podia ver isto claramente na noiva ou no noivo bastava ter o mínimo de sensibilidade. Falando em sensibilidade... Algumas pessoas são sensíveis demais! Lembram da garota do ônibus que eu não lembro o nome? Ela desmaiou durante o casamento! Foi engraçado, ela desceu tão suave que pensei que ia pegar algo no chão. De repente, escuto o barulho da cabeça batendo no chão. Não pensei mesmo que ela fosse desmaiar, foi estranho. Recy tinha motivos para usar óculos escuros e todo mundo se sensibilizou durante o casamento. Houve uma bela declaração do noivo , que já não era mais noivo no momento, e quem não se sensibilizou durante o casamento se sensibilizou neste momento. Vou guardar as palavras dos noivos e a imagem da chegada da noiva caminhando pelo caminho de areia para sempre comigo. Aliás, tem muita coisa neste casamento que não irei esquecer, como por exemplo o barulho da cabeça da garota batendo no chão. Tenho certeza que ouvi um violento POQ! e não um TUM! Este é o casal mais legal que eu conheci, e fiquei bastante feliz em ter participado deste momento único e inesquecível da vida deles.







À caminho do casamento










Recy bem contente










Tentando ver o visual do lugar









Agora estou vendo, é bem bonito!









Tudo na paz!









Caminhando pelo caminho de areia












Casando...









Casando...












Ainda casando...












Casando.. ops, alguém desmaiou!







Normal, foi a emoção.continuando o casamento...










Colocando os anéis e fazendo os votos de casamento...









Colocando os anéis e fazendo os votos de casamento...












Ok agora é oficial! estão casados!!



Que bonitinho!







Adriano: Agora vou ler algo bem emocionante...








E ele lê palavras lindas e cheia de amor e todo mundo que está presente tem lágrimas nos olhos..snif,snif





Que bonitinho!







Agora podem pisar no caminho de areia!









Recy, indicando que realmente alguém pisou no caminho de areia













O altar












Sei que disse isso mas...Que bonitinho!











A Piada Matrimonial




Eu, junto do casal mais legal que já conheci

video
O casamento

video
Aos Amigos

O Casamento- HQ



História em quadrinhos em 3 atos feita para o casamento de Laura e Adriano no dia 15 de Janeiro de 2009.

O Casamento

Roteiro e Arte: Joseniz Guimarães de Moura





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...