quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Até o ano que vem! (ou até depois de amanhã)

Até o ano que vem!! Aguardem novidades neste infame blog!

E a jornada do Lobo Solitário continua... Vou ficar um tempo de férias deste Blog, com poucas postagens e atualizando as postagens antigas esclarecendo interrogações. Ano que vem apresento novidades por aqui. Feliz Ano Novo!!!

Namastê!

Poupée De Cire, Poupée De Son

Isobel Campbell

Em 2008, pouco antes do final do ano, fiz uma postagem falando sobre a banda Belle e Sebastian, Isobel Campbell e a música Lazy Line Painter Jane. Durante este ano, elaborei diversas postagens com as músicas da banda escocesa. Esta postagem e outras postagens futuras serão dedicadas a cantora Isobel Campbell, acho ela muito foda e admiro o trabalho dela pra K-Ray, integrando ou não a banda Belle e Sebastian. Aguardem ilustrações, tiras e quadrinhos relacionados ao trabalho a fodona Isobel Campbell. Encerro este ano deixando a letra e o clip de Poupée de Cire, Poupée de Son, do tempo em que ela integrava a banda Belle e Sebastian. Namastê!

Poupée De Cire, Poupée De Son

Je suis une poupée de cire
Une poupée de son
Mon Coeur est gravé dans mes chansons
Poupée de cire poupée de son

Suis-je meileure suis-je pire
Qu'une poupée de salon
Je vois la vie en rose bonbon
Poupée de cire poupée de son

Mes disques sont un miroir
Dans lequel chacun peut me voir
Je suis partout à la fois
Brisée en mille éclats de voix

Autour de moi j'entends rire
Les poupées de chiffon
Celles qui dansent sur mes chansons
Poupée de cire poupée de son

Elles se laissent séduire
Pour un oui pour un nom
L'amour n'est pas que dans les chansons
Poupée de cire poupée de son

Mes disques sont un miroir
Dans lequel chacun peut me voir
Je suis partout à la fois
Brisée en mille éclats de voix

Seule parfois je soupire
Je me dis à quoi bon
Chanter ainsi l'amour sans raison
Sans rien connaítre des garçons

Je ne suis qu'une poupée de cire
Qu'une poupée de son
Sous le soleil des mes cheveux blonds
Poupée de cire, poupée de son

Mais un jour je vivrai mes chansons
Poupée de cire, poupée de son
Sans craindare la chaleur des garçons
Poupée de cire, poupée de son

video
Isobel Campebell- Poupée de Cire, Poupée de Son

???

???

???

???

???

???

???

???

???

???

???

???

Scooby Doo e Batman: O encontro dos detetives


???

Vida de Nerda- Profissão: Quadrinhista

???

Os Aspones


???

???

???

Sharivan


???

A Proposta


???

O Pequeno Shakespeare


???

Vida de Nerda- Star Trek Begins


???

Você é culpado, você morre!


???

Star Trek


???

O Homem que se veste de Demônio para viver no Inferno


???

Vida de Nerda- Morra Robin!

???

Lion Man: A Trilogia Samurai Antropozoomórfica


Dan Shimaru, 21 anos, um homem de coragem que aposta na própria juventude e luta contra seu terrível inimigo: A família de Mantor, todos o conhecem como Lion Man!

Mulher-Gato


Pense num filme medonho! Eu não tive instinto masoquista para ir ver o filme no cinema, não aluguei este filme quando chegou em DVD, não vi o filme na TV paga (até porque eu não tenho TV paga), não comprei o DVD pirata que tinha este filme junto com a Elektra, e não consegui assistir quando passou na TV porque em outro canal estava passando o Exterminador do Futuro 2! O filme passou outras vezes mas sempre me esquecia. Só assisti finalmente este filme quando achei o DVD original por um real. Ainda assim fiquei um mês tentando assistir porque sempre que começava a assistir, ficava com sono e dormia sem ver o final. Mas sim! Eu consegui assistir ao filme da Mullher-Gato! E realmente ele é medonho! Vou começar pelo Begins! No ano de 1992, Tim Burton fez a sua segunda adaptação para o cinema do Batman. Nela um dos grandes destaques era a vilã Mulher-Gato brilhantemente interpretada por Michelle Pfeiffer. Desde este filme, houve uma boataria de que iriam fazer um filme solo da Mulher-Gato trazendo a Michelle de volta ao papel.

Meow!!!

Mais de 10 anos se passaram e nada de filme da Mulher-Gato. Até que em 2004, surgiu este filme medonho dirigido pelo francês Jean Christophe Comar e estrelando pela Halle Berry no papel principal e com a Sharon Stone como vilã da história. Depois de uma batalha feroz para assistir, posso finalmente falar sobre este filme e de sua fantástica história. Estão lembrados de Batman Ano Um, escrita por Frank Miller, em que Selina Kyle era uma prostituta que depois se tornou a Mulher-Gato inspirada pelo cavaleiro das trevas? Halle Berry tem o corpo perfeito para interpretar a personagem desta história. Mas equeça esta história porque neste filme a Mulher-Gato não é Selina Kyle. Paciência... Ou melhor, Patience Philips a Artista Plástica, secretária de sucesso, que convive com seus amigos clichês de comédia romântica e que quer ser reconhecida pelo seu trabalho na empresa maligna que trabalha. Ao descobrir que seus chefes malignos estão colocando no mercado um creme maligno, Patience é assassinada e depois um corvo.. ops... Uma gata da Meia-Noite e outros coleguinhos ressuscitam a mulher em um momento deja vu de Batman- O Retorno. Depois disso ela combate um creme... ops, o crime! Usando uma roupa apertada de couro (tinha que ter algo bom da Halle Berry no filme) como Mulher-Gato, apesar dela ter agilidade proporcional a de uma aranha. No filme ela também se apaixona por um policial dividido entre a lei e o desejo. Que filme medonho.. Que filme meawdonho... mais meawdonho que meaw trocadilho infame...

Um francês dirigindo, Sharon Stone e Halle Berry juntas com pouca roupa... Este filme era pra ser muito sexy!

A introdução do filme, a fotografia e a parte visual são interessantes (achei bacana a introdução com várias encarnações da Mulher-Gato ao longo da história e o lance de terem colocado uma foto da Mulher-Gato do filme de 1992 com a tutora de Patience) mas nada inesquecível e memorável (pra dizer a verdade, já esqueci ao começar a digitar esta frase). Pitof podia ter feito um trabalho fuderoso, considerando que ele fez trabalhou com caras muito fodas como Luc Besson. Podia ser um filmão reinterpretando a personagem mas o cara não quis inovar em nada e fez um filme com todos os clichês básicos. Acredito que Pitof conseguiu superar o Joel Schumacher em termos de bizarrices e clichês (ainda tô na dúvida, deixa eu ver Batman e Robin de novo... Esquece, melhor não!). Enfim, ao menos Batman e Robin foi bem nas bilheterias se compararmos com Mulher-Gato. Posso dizer que um Gato Preto cruzou o caminho com todos os envolvidos no filme. O resultado das bilheterias ferrou com a produtora australiana do filme, Halle Berry teve uma péssima atuação que fez ela receber um prêmio de pior atriz, ter seu oscar questionado e de brinde escrever em um quadro negro dizendo que não vai ser uma menina má e fazer Mulher-Gato 2 (ou se envolver com personagens de quadrinhos nos cinemas), os fãs da personagem tiveram mais uma decepção ferrando a possibilidade de um novo filme com a personagem e pra completar este foi mais um ponto contra a realização de um novo filme do Batman nos cinemas (Felizmente o Begins, Begins!). O Batman quase que dançou com este filme da Mulher-Gato, seria alguma Batmacumba?

video
Batmacumba

Mas e aí? Como é o final do filme? O que acontece de interessante? É tudo previsível, não precisa nem se dar ao trabaalho de assistir o filme todo para descobrir (pois é né? não devia ter assistido até o final para saber o que já sabia). Se tiver curiosidade mórbida suficiente para assistir este filme todo boa sorte! Pra mim a Mulher-Gato nos cinemas continua sendo a Michelle Pfeiffer, só este meaw dela é Melhor que este filme inteiro:

video
Mulher-Gato- Meow

Mulher-Gato
Ano: 2004
Diretor: Pitof

Anjos em tempos de AIDS


Angels in America é uma história de uma fantasia gay americana escrita por Tony Kushner para o teatro e adaptada em uma minissérie de sucesso da HBO. É um drama premiado com diversos prêmios, entre eles o Pulitzer em teatro, é uma história que fala sobre amor, sexo, fé, relações humanas e o surgimento da AIDS na década de 80.

Liana K e seus Cosplays Fantásticos

???

O View Askewniverse de Kevin Smith


???


??


??


??


??


??


??


??


???

Vida de Nerda- 70 Anos de Batman

???

Batman R.I.P.


???

O Justiceiro


Depois de falar sobre Justiceiro: Zona de Guerra e o filme O Justiceiro encerro com esta postagem meus comentários sobre as adaptações de filmes com o personagem, falando do filme intermediário entre estas duas adaptações. Esta é a segunda tentativa da Marvel em adaptar o Justiceiro para os cinemas neste filme teuto-americano. Nesta versão para o cinema, Frank Castle (interpretado por Thomas Jane, que visualmente lembra o personagem mas na atuação nem tanto) trabalha para o FBI, diferente da primeira versão em que ele era um policial e da última em que ele age como um militar treinado para guerra. A origem aqui é modificada mostrando uma chacina maior da família Castle realizada pela família Saint em resposta a morte do filho do chefão da máfia Howard Saint (interpretado por John Travolta). O diferencial em relação aos outros dois filmes é que a morte da família de Castle é mostrada de forma contínua na narrativa na história sem o uso de flashbacks. Presenciamos o tiroteio matando parentes e amigos na casa dos Castle e vemos a esposa e filho de Castle lutando por suas vidas até o momento em que eles atropelados pela família mafiosa.

A coisa tá russa neste filme!

O filme é claramente inspirado nas primeiras histórias do personagem escritas por Garth Ennis (que teve a missão de concertar a bizarrice do Justiceiro anjo que escreveram antes dele), e personagens desta fase como a Joan (interpretada pela bela, mística e fodona Rebecca Romijn-Stamos), Spacker, Bumpo e o Russo estão presentes neste filme e bem caracterizados. O Justiceiro está descaracterizado neste filme, alegre demais mesmo para quem acaba de perder a família. Thomas Jane mostrou bem o lado humano e sentimental do personagem, mas o lado frio, cruel e impiedoso se perdeu durante o filme. O clima ensolarado embalado com ritmo latino não combina muito também com o personagem. A idéia da camisa como laço afetivo com o filho é bacana, mas ficou forçado o modo que ele encontra a camisa depois da família dele morrer (aliás o modo como ele voltou pra casa depois de sobreviver a uma explosão também ficou forçado) mas não tão forçado como El Maldito Mariachi que aparece cantando no filme.

As três versões de Justiceiro nos cinemas

Este é um Justiceiro mais light! Mas nem por isso ele deixa de ser vingativo e a vingança contra a família Saint é bem planejada e criativa. O filme é recheado com o humor negro e cenas criativamente insanas como o aparecimento do Russo e a vingança final. O Justiceiro neste filme chega mais próximo da versão dos quadrinhos (as histórias iniciais de Garth Ennis para ser mais preciso) mas continua sendo mais um ótimo filme de ação do que uma ótima adaptação do personagem para os cinemas. A história ficou com clima de final feliz, mas sem a lição de moral do primeiro filme e os vilões mesmo sendo caricatos ficaram mais interessantes e menos forçados que o da mais recente adaptação. Comparando com as duas outras adaptações, considero este filme da forma como ele está: Intermediário.

O Justiceiro
Ano: 2004
Diretor: Jonathan Hensleigh

Batman, Descanse em Paz: Corações Enegrecidos


???

The Adventures of Paula Peril

???

Batman, Descanse em Paz: O Pequeno Duque da Morte


???

The Batman Chronicles- Volume One

???

Batman, Descanse em Paz: Milagre no Beco do Crime


???

Perigo Eminente- Ano 100 da conferência futurista de Manoel Dantas

???

Batman, Descanse em Paz: Zur En Arrh


??? video

Invasão Secreta

???

Vida de Nerda- Begins


???

Vida de Nerda- (Re) Apresentação


Pois é, a parceria com o Asfixia acabou! Mas a série de Tiras Vida de Nerda não! Criei esta série com a intenção de publicar no Asfixia, mas o fim da parceria não impede que surjam novas tiras! Estou com um monte de idéias para colocar em prática em novas tiras com a personagem (um dia revelo o nome dela) incluindo algumas histórias curtas em quadrinhos. Estou feliz em dizer que a primeira fase da personagem terminou e uma nova e emocionante fase está prestes a Begins! E aqui estou para re-apresentar a série novamente! Vida de Nerda fala do dia-a-dia dos Nerds, mostrando seus dramas, medos, alegrias... Enfim, é uma história sobre a vida através do ponto de vista de uma Nerda muito legal. Espero que curtam as tiras que forem surgindo ao longo dos anos.

Lokaz- Duas homenagens de Natal!!


Em seu Blog Lokaz-Tirinhas, Lorena Kaz (Lokaz) publicou as tiras que Wanderline e eu elaboramos para homenageá-la no Natal. Aqui o Link para postagem: http://lokaz-tirinhas.blogspot.com/2009/12/duas-homenagens-de-natal.html. Fico feliz que ela tenha adorado os presentes de Natal e compartilhado os presentes com os leitores em seu blog. Acompanho atentamente seus trabalhos e fico feliz por cada novidade que aparece em seu blog, é um blog com tiras bem elaboradas e acredito que irão se divertir bastante quando o visitarem. Lokaz é uma artista que me encanta a cada trabalho novo que apresenta. Admiro e me identifico muito com os trabalhos da Lokaz. Desejo êxito em seus trabalhos (que estão cada vez melhores) e que ela continue proporcionando agradáveis surpresas com as novidades em suas tiras Lokaz.

República dos Quadrinhos- Especial de Natal (Amigo Secreto)- Roberto Flávio (Beto Potyguara)


Para conhecer melhor o trabalho de Beto Potyguara visitem: http://tiranduma.blogspot.com/.

Problemas Técnicos Duplos


É o seguinte: O Blog vai ficar temporariamente zoneado e sem atualizações devido a um vírus de computer e uma doideira que deu no Blogger. Assim que as coisas se normalizarem as postagens voltam ao normal.

Joseniz Guimarães de Moura.

O Autor em Crise deste Infame Blog.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Tirando Uma! Psychotiras Psicóticas- Psycho: Cereal Killer


Esta é a minha décima oitava postagem no Tirando Uma! Nela apresento a nona Psychotira Psicótica que é a minha quarta e última tira especial de Natal. Ela é a forma que encontrei de homenagear os outros autores que não pude elaborar uma tira específica ou ilustração devido a vários fatores. Sim, eu sei! O Psychonoel está parecendo o Superpateta! Desejo um Feliz Natal para todo mundo! hohohohoho

Link direto para postagem: http://tiranduma.blogspot.com/2009/12/psychotiras-psicoticas-psycho-cereal_25.html.

Psychotiras Psicóticas- Psycho: Cereal Killer







República dos Quadrinhos- Especial de Natal (Amigo Secreto)- Joseniz Guimarães de Moura

Rã Zinza- Pagodeira do Pirilampo Brilhante!

Roteiro e Arte: Joseniz Guimarães de Moura

Tirando Uma! Rã Zinza- Pagodeira do Pirilampo Brilhante!


Esta é a minha décima sétima postagem no Tirando Uma! Esta é a minha terceira tira especial de Natal e desta vez resolvi homenagear a família Potyguara. O casal Potyguara faz junto as tiras da Rã Zinza, por isto escolhi este personagem. Resolvi apresentar a tira como um conto infantil para homenagear também o filho do casal Potyguara. O modo como fiz a tira foi um pouco experimental mas acabei gostando do resultado final (rimou). A história da tira é baseada em acontecimentos do cotidiano. Desejo que a família Potyguara tenha uma boa e feliz noite de Natal, adorei conhecer a todos pessoalmente.

Link direto para postagem: http://tiranduma.blogspot.com/2009/12/ra-zinza-pagodeira-do-pirilampo.html.

República dos Quadrinhos- Especial de Natal (Amigo Secreto)- Joseniz Guimarães de Moura

Lokaz- Fold Your Hands Child, You Walk Like a Peasant

Roteiro e Arte: Joseniz Guimarães de Moura

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...