quinta-feira, 31 de março de 2011

Trevas


Tenho pensado em minha vida. Em como ela mudou bastante ao longo destes anos. Em algums momentos ela proporciona momentos inesquecíveis e felizes e em outro ela proporciona momentos inesquecíveis e tristes. O curioso é que não importa se são momentos de Luz ou Trevas os acontecimentos aparecem em sequência. Será que este é o mal de se trabalhar com Arte Sequencial? Não sei... Estou escrevendo um novo roteiro para minha vida no momento... Este vai ser o grande espetáculo de minha vida e todos estão convidados a presenciar o que irá acontecer agora que as cortinas estão abertas para um novo Ato.

Tirando Uma! Top Tiras de Março


Hora de conferir as tiras mais acessadas no Tirando Uma em Março de 2011:


O que mudou em relação ao Top Tiras de Fevereiro? Pra começar, somente uma das tiras do mês passado está presente neste mês além disso temos retornos e uma intensa produção dos novos autores enquanto outros estão descansando (este descanso causou uma queda nas visitas de Janeiro pra cá, mas já estamos recuperando o ritmo). Vamos ao ranking? Na 10° e 6° posição estou presente com Além de Sem Noção e Carpe Diem. Tavares também está presente com tiras inéditas ocupando a 9° e 2° posições no ranking. Igor retornou ao Tirando Uma ocupando logo de cara a 7° e 5° posição no ranking. Lorena Kaz foi a única que permaneceu do ranking anterior caindo uma posição e ocupando a 4° posição no ranking. A Família Falcote de Jerri Costa e Taise Teixeira mais uma vez marcam presença no Top ocupando a 3° posição com uma tira inédita. E quem aparece no Top pela segunda vez ocupando a 1° posição (e também a 8°) é o autor Thales Gaspari e novamente com uma nova tira. Neste mês a maioria das tiras do ranking são do mês corrente, com os autores que estão em atividade no momento, e quase todos os autores ocuparam duas posições no ranking. :) Fico feliz pelo público que está acompanhando o Tirando Uma! e pelos autores que estão marcando presença por lá! Estou curioso pra saber como vai ser no próximo mês com todas as mudanças que aconteceram e acontecerão em breve. Confiram as tiras do ranking e acompanhem o Tirando Uma! neste endereço eletrônico: http://tiranduma.blogspot.com/.

Carnaval

???

video
Banda Coração de Melão- Pira, pirá, pirô

aaa

video
Rachel- Editorial

sexta-feira, 25 de março de 2011

O Autor Desconhecido

Quem será o Autor Desconhecido?

Andando pela "Cidade do Sol" fiz o registro desta arte feita em um dos muros da cidade pelo Autor Desconhecido. Ela fala basicamente sobre a calamidade pública causada pelo Efeito Borboleta:

Autor Desconhecido

Tirando Uma! Autor em Crise- Além de Sem Noção


Esta é a minha 72° tira publicada no Tirando Uma! Nela, apresento a 25° tira do Autor em Crise com a 7° tira da variação Além de Sem Noção. E aqui continuo falando sobre a saga do cérebro fugitivo e as consequencias disso para o Autor em Crise.

Link direto para postagem: http://tiranduma.blogspot.com/2011/03/autor-em-crise-alem-de-sem-nocao_25.html.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Luz nas Trevas: Autor em Crise- O Caminho do Autor (Parte 9)


Continuo escrevendo por aqui sobre o meu caminho de Luz e Trevas. Hoje tem marmelada? Tem sim senhor! Hoje tem Goiabada? Tem sim senhor! E o Joseniz o que é? É... Um Autor em Crise! Durante esta semana revi o amigo/artista João Lins em um dos pontos de cultura da cidade. O conheci enquanto estudava na UFRN e um ajudou ao outro nos trabalhos de encenação. Enquanto o João foi o reverendo Willian Striker na minha encenação sobre X-Men (sim, eu concluí meu curso com este projeto mas isto é outra história) eu ajudei João Lins anos depois organizando algumas coisas e sendo o fotógrafo oficial do projeto de Conclusão de curso dele sobre cultura popular mais especificamente o Auto do Boi (na minha opinião foi um trabalho único, histórico, riquíssimo culturalmente e inspirador). Durante esta visita, entreguei justamente todas as fotos tiradas durante o Auto do Boi, uma apresentação dos trabalhos da ABAS e uma edição do Luz nas Trevas: Autor em Crise também aproveitei para conhecer os trabalhos recentes do João e as pessoas legais que participam do ponto de cultura do Alecrim.


João Redondo apresentando a edição de Luz nas Trevas: Autor em Crise

Em outro momento falo mais detalhadamente sobre o ponto de cultura do Alecrim neste infame blog. Neste momento, quero compartilhar sobre algums pontos interessantes em nossas conversas como por exemplo: Já notaram que a tradição oral da Cultura do RN morre um pouco a cada dia enquanto grandes investimentos são feitos para movimentar um mercado consumista que não vai contribuir em muita coisa para o crescimento cultural do estado? Já falei isto trocenta vezes por aqui, mas até agora nada conseguiu me convencer que o Carnatal é algo saudável culturalmente. Sério mesmo! É desanimador viver em um estado que não valoriza seus mestres com o devido respeito atenção que merecem e exalta qualquer coisa que venha de fora. Se ainda fosse algo rico culturalmente ou mesmo musicalmente, mas não! É o pior do Axé e derivados sendo empurrados goela abaixo e vendidos como se fossem o melhor da cultura. Aliás, vendido é a palavra certa já que o principal nisso tudo é que políticos, empresários e outros seres se beneficiem financeiramente de um povo ignorante que não valoriza o que tem(até porque não sabe o que tem). E todo mundo sabe que quanto mais a população da cidade ficar sem saber com o que anda acontecendo com a cultura daqui e com as pessoas que lutam para manter isto vivo é melhor prara o processo de manipulação das pessoas como marionetes de um teatro de Mamulengos. É foda ver que mestres como Manoel Marinheiro, Dona Militana, Mestre Elpídio e outros estão morrendo e junto com eles parte da cultura potiguar que nunca poderá ser recuperada. É chato saber que poderiam ter feito muito mais por eles e não fizeram. Irrita pra K-Ray ver pessoas letradas consideradas cultas enrolando para fazer pagamentos com todo tipo de conversa inclusive acusando as vítimas pela sua incopetência e as tratando como se estivessem fazendo um favor (ou dando uma esmola) ao invés de pagar por algo que é deles por direito. Tem como sentir orgulho disto? Nem a pau! Nem que a vaca tussa, voe pelos céus e dance a Macarena! Existe muita coisa errada se falando em gestão da Cultura no RN mas vou direcionar iste ponto para outro caminho. O que está feito e está feito e o melhor é direcionar o foco para as soluções e não ficar discutindo os problemas em si. Sei que eu não precisava falar mal do Carnatal (ele por si só já demostra o quanto é nocivo) mas fiz só pra fazer o mal(e ver se vocês também atentam para outras coisas bem mais importantes). Foi um dia bacana em que me inteirei um pouco mais sobre como a cultura anda sendo conduzida no RN e também sobre os trabalhos do João Lins provavelmente no futuro a ABAS irá fazer algo junto ao ponto de cultura do Alecrim. Foi bom ver que o amigo/artista João que também esta na luta pela sobrevivência como artista no estado do RN (sobrevivência é a palavra certa estamos matando pelo menos uns dois leões por dia para assegurar nossos direitos), mantendo viva a cultura popular e trazendo arte do povo para o povo. Tenho muito orgulho do João e do seu trabalho fuderoso e fico feliz por cada conquista que ele consegue através de suas ações em prol da cultura! Falando em cultura, que tal diminuirmos um pouco a nossa ignorância também? Sabem o que é um Boi de Reis? Conhecem os daqui do RN? Então, para conhecerem melhor o trabalho do Boi de Reis no RN, visitem este endereço eletrônico: http://boidereisrn.blogspot.com/.

Impressionante!!!

O que não está no Gibi?


Ontem, 23 de Março de 2011, estive presente no Atheneu para auxiliar e fazer o registro da palestra "O que não está no Gibi" ministrada pelo autor Beto Potyguara. A palestra teve início as 19h e 30min houveram alguns probleminhas técnicos com a apresentação no computador mas nada que afetasse gravemente o conteúdo apresentado. Diversos temas foram abordados durante a palestra desde mensagens subliminares até racismo e propaganda ideológica. O público presente foi participativo apesar do cansaço e a palestra foi apresentada com êxito. Um segundo e curto momento ocorreu após a palestra com as vendas de quadrinhos impressos da ABAS através do projeto 1° Edição. Após a palestra e a venda de revistas conversamos com Alister, coordenador do evento Yujô Fest III que está programado para Julho, e confirmamos a nossa presença no evento (quando o evento estiver se aproximando falo mais a respeito neste infame blog).

Sala lotada!







Pessoas atentas








Teste de vinheta 1! Faiou








Teste de vinheta 2! Faiou








Terceira tentativa faiou também...



Enfim, vamos esquecer os fails e começar a palestra né?

O que não está no Gibi? Tem início a palestra!

O que é Gibi?

Beto Potyguara explica e contextualiza históricamente o assunto

O auge da palestra onde os alunos ficaram atentos sobre as mensagens subliminares

O sono está chegando...







Alguém tem alguma pergunta importante?








Eu tenho uma pergunta importantíssima!








E a Carmen Miranda?








Obrigado à todos e até a próxima!



O horário noturno da palestra apresentou algumas situações que poderiam ser evitadas fazendo com que a palestra pudesse ter um melhor aproveitamento de seu conteúdo. Como por exemplo: Se a palestra fosse durante a tarde teríamos um público mais disposto e participativo que o noturno(que em sua maioria são adultos que vão para a escola direto do trabalho) e mais educadores (foram poucos os professores presentes na palestra). Mas no final das contas, o que mais valeu foi o aprendizado! A palestra pode não ter terminado com o mesmo público que começou, mas todos os que estavam presentes aprenderam coisas importantes que não estão no Gibi! Um ponto importantíssimo que destaco é que estamos trabalhando nossas ações dentro dos nossos objetivos com intuito de incentivar a leitura e concientizar os educadores a utilizarem as Artes Gráficas como recurso didático em sala de aula. E este é apenas um momento ainda temos muita história que não está no Gibi para contar! Desejo que o Beto continue tendo êxito em suas palestras futuras e ajudando a desenvolver a educação. Este é um ponto que considero importantíssimo na Arte Sequencial e com certeza eu não participaria da ABAS se ela não seguisse por este caminho. Não vejo um futuro sério no desenvolvimento da Arte Sequencial se ele não está caminhando junto com a educação.

domingo, 20 de março de 2011

Luz nas Trevas: Autor em Crise- O Caminho do Autor (Parte 8)


Continuo escrevendo por aqui sobre o meu caminho de Luz e Trevas. Esta não é a primeira nem a última vez que falo sobre a amiga/artista Recy Freire por aqui. Desde 2009 temos trabalhado juntos em vários projetos artísticos. Algums não foram adiante e outros não só foram adiante como tiveram grande êxito. E a revista Luz nas Trevas: Autor em Crise não iria ter o mesmo êxito que teve sem a participação desta moça inteligente e talentosa. A história "Existe vida na minha cabeça, ou seriam meus pensamentos e sentimentos?" só foi possível graças as geniais idéias e intervenções de Recy (depois detalho mais os bastidores da história em uma postagem com o meio-que-em-off). Foi um trabalho muito prazeroso e existe uma parte de mim e uma parte de Recy nesta história. A história inicialmente foi feita rapidamente para participar do concurso Moacy Cirne (felizmente não ganhamos!) posteriormente sendo publicada em meu blog e no da RQ e agora, ao ser publicada novamente, desta vez de forma impressa, fiz todas as alterações necessárias para a narrativa. Considere esta versão publicada na revista Luz nas Trevas: Autor em Crise a versão definitiva do diretor e sem cortes para esta história. Recy veio recentemente a Natal mas devido a correria do dia-a-dia não foi possível nos reencontrarmos (aconteceu algo parecido comigo quando o Alucilde veio a Natal no final do ano passado). Ao conversar de forma online ela me falou que comprou a revista durante a sua visita e do quanto ela achou ótima. Desde que comecei a trabalhar ao lado com Recy ela sempre foi sincera quando está gostando ou não de um trabalho e de seu andamento. Ela tem um ótimo senso crítico, uma grande criatividade e sensibilidade rara nas pessoas. Tenho uma grande admiração por Recy e considero ela uma das melhores pessoas que tive a honra de conhecer durante a minha vida infame. Tenho muito orgulho em conhecer esta moça destemida e desejo tudo de bom em seu novo ato de sua vida em que as cortinas acabaram de abrir. Não sei se nos encontraremos novamente ou faremos um novo trabalho artístico juntos. Sei que o mundo dá voltas e as coisas mudam mas, acredito que não iremos deixar de ser amigos ou de querer bem um ao outro mesmo com a distância e as mudanças em nossas vidas não irão afetar os laços eternos de amizade que nos une. Espero rever Recy em breve e guardo comigo todas as lembranças do que fizemos juntos com muito carinho. Enquanto isto não acontece, o único caminho que nos resta é ir adiante e continuar com nossas vidas! O tempo está passando rápido e ainda temos muitos sonhos para tornar em realidade!

Os amigos/artistas Joseniz e Recy Freire em 2009 quando No Meio do Caminho tinha um Shopping...

Point Pleasant


???


???

Episódios:

01- Point Pleasant
02- Natueza Humana
03- Quem é seu pai?
04-O Caçador Solitário
05-A Última Dança
06- Segredos e Mentiras
07- Elucidando
08- Oscilando com Boyd
09- Revivendo os Mortos
10- Estangulamento Infernal
11- Desaparecidos
12- Dia das Mães
13- Estilo Família

aaa

sábado, 19 de março de 2011

Luz nas Trevas: Autor em Crise- O Caminho do Autor (Parte 7)


Continuo escrevendo por aqui sobre o meu caminho de Luz e Trevas. Faz um bom tempo que não converso com o amigo/artista/mestre do magnetismo Gustavo Lourenço pessoalmente e a última vez que falei dele por aqui, se bem me lembro, foi quando falei de Empurre a Vaquinha. Então, depois de um bom tempo distante, encontrei com o Gustavo Lourenço recentemente e colocamos nossas conversas em dia. Foi muito legal ver o que o Gustavo anda fazendo recentemente e a conversa foi bem legal. Apresentei o que ando fazendo junto a ABAS e deixei uma edição do Luz nas Trevas: Autor em Crise além das edições online da ABAS para que conheça melhor nosso trabalho. Cheguei a ver umas animações antigas onde o Lanterna Verde era chamado de Homem de Verde, além de um desenho que só lembrei de que já tinha assistido depois de rever em casa (depois falo sobre este desenho, putz recuperei uma parte de minha infância graças ao Gustavo) e além disso fui apresentado a uns quadrinhos bem interessantes que ainda não conhecia. É uma nova fase em nossas vidas e tanto ele quanto eu estamos em um bom momento para levar adiante um projeto juntos. Sobre o que é o projeto? Já falei por aqui antes... Tenho uma boa história para contar com o Psycho depois que a Heather Lee Curtiskamp surgiu. E esta história vai ser contada em uma mídia diferente dos quadrinhos. Como vocês sabem que não costumo falar de projetos em andamento, só terão notícias novamente quando ele estiver concluído ou estiver bem perto disso.

Gustavo Lourenço com a edição de Luz nas Trevas: Autor em crise

FAN- 1° Fórum de Arte Sequencial de Natal


???

sexta-feira, 18 de março de 2011

Tirando Uma! Carpe Diem


Esta é a minha 71° tira publicada no Tirando Uma! Nela, eu apresento a 15° tira da esporádica série Carpe Diem. E cada vez mais a série de tiras chega perto de seu período de transição. Carpe Diem sempre foi a mais abstrata de minhas tiras. Esta tira em especial é sobre uma busca pessoal. Talvez não faça sentido para ninguém, talvez faça sentido para alguém em especial que também esteja em uma busca pessoal. Carpe Diem!

Link direto para postagem: http://tiranduma.blogspot.com/2011/03/carpe-diem_18.html.

Planeta Hulk


Geralmente em quantidade de trabalhos com qualidade realizados o nível das animações da marvel são muito inferior ao trabalhos realizados pela DC (nos cinemas é o contrário). Mas vez ou outra aparece algo interessante para assistir como Planeta Hulk.

Planeta Hulk
Ano:
Diretor:

Tirando Uma! Autor em Crise- Além de Sem Noção


Esta é a minha 70° tira publicada no Tirando Uma! Nela apresento a 24° tira do Autor em Crise com a 6° tira da variação Além de Sem Noção. Tava mais do que na hora de retomar a saga do cérebro desaparecido! Pretendo chegar a um desfecho para esta história daqui para o final do ano então, não deixem de acompanhar!

Link direto para postagem: http://tiranduma.blogspot.com/2011/03/autor-em-crise-alem-de-sem-nocao.html.

All-Star Superman


???

All-Star Superman
Ano: 2011
Diretor: Sam Liu


quarta-feira, 16 de março de 2011

O Duque no HQ Quadrinhos


Já faz um tempinho que não falo deste projeto desde a última vez que falei do início das publicações do Duque por aqui. A reunião com Marcos Guerra e Wendell Cavalcanti já ocorreu e definimos os rumos para o personagem ao longo deste ano. No momento, estou como responsável pelo roteiro do Kwoc e outra história ligada ao universo do Duque. Já adiantei as raffs da história junto com o Wendell e algumas páginas já foram desenhadas. A única coisa que está impedindo das duas histórias serem publicadas é o roteiro detalhado das histórias que devo encaminhar nos próximos dias. Se tudo correr bem as duas histórias serão publicadas antes do meio do ano. Estou com outras idéias de histórias para este universo mas só vou encaminhar depois que as duas histórias que escrevi e a primeira história da trama principal estiverem concluídas e publicadas. Quem me conhece já sabe que não costumo falar muito de histórias antes que elas sejam publicadas, então da próxima vez que falar sobre este projeto já será em um momento em que as histórias já estejam bem encaminhadas e concluídas (farei o possível para que este tempo seja curto). Outras mudanças irão surgir ao longo do ano com relação a este projeto, para se manterem informados não deixem de visitar este endereço eletrônico: http://oduquealbinae.blogspot.com/.


O Duque recentemente esteve presente no blog HQ Quadrinhos editado pelo Lancelott. O blog em questão faz um belo registro de personagens desde a década de 20 até os tempos atuais com um belo trabalho de pesquisa e registro. O Duque marcou presença deixando o seu registro com as fichas elaboradas pelo Lancelott para o personagem (deixei as fichas publicadas aqui também neste infame blog). Além das fichas com mais de 300 personagens, é possível fazer download de revistas e livros editados pelo Lancelott e outros autores brasileiros. Para conferir a postagem do HQ Quadrinhos com o Duque visitem este endereço eletrônico: http://hqquadrinhos.blogspot.com/2011/02/duque-by-wendell-cavalcanti.html. Aproveitem e conheçam outros personagens e autores presentes no blog! Eu de certa forma, também estou presente no HQ Quadrinhos com um trabalho realizado em 2007 (se estiverem curiosos em saber qual foi, procurem por lá). Desejo vida longa e próspera (estou fazendo a saudação do Spock neste momento) ao Lancelott e ao seu belo trabalho apresentando personagens e autores ao público.


domingo, 13 de março de 2011

República dos Quadrinhos. NHQ: O Retorno!


Esta é a minha 27° postagem na República dos Quadrinhos. Nela eu apresento a notícia inversa da postagem anterior, ou seja, o retorno da NHQ- Núcleo de Quadrinhos. Achei legal postar esta notícia por lá sendo que também fui eu que falei sobre o fim (acho que este ciclo, sobre este assunto se encerra aqui e com um final feliz).

Link direto para postagem: http://rquadrinhos.blogspot.com/2011/03/nhq-o-retorno.html.

sábado, 12 de março de 2011

Tetsuo: O Homem Bala


Tetsuo: O Homem Bala é o terceiro filme de uma trilogia cyberpunk feita por Shinya Tsukamoto, Os dois filmes anteriores foram Tetsuo II: Bodyhamer(1992) e Tetsuo: The Iron Man (1989). O filme que encerra a trilogia foi filmado quase 20 anos depois do segundo e, no idioma inglês(o que tem tudo a ver com o contexto da história) e exibido nos festivais de Veneza e Tribeka além da presença na Comic Con de San Diego no ano passado.

Quer dizer que tudo o que eu sabia sobre minha vida era mentira?

A trama mostra a vida de Anthony (filho de um cientista americano com uma japonesa), um cara normal, com o seu emprego normal e a sua família normal. Até que um dia Tom, filho de Anthony, é atropelado por um motorista FDP que fez isto só pra fazer o mal. As coisas pra dizer a verdade, não estavam indo bem e o atropelamento do filho foi o gatilho que foi disparado para o surgimento do Homem Bala. Ao tentar buscar respostas e, depois de invetigar toda uma conspiração ciêntífica, Antony acaba descobrindo que ele não é exatamente humano e sim um experimento de seu pai e sua mãe cientistas que o transformaram em uma mechabioarmamutantecompoderdestrutivodok-ray!

Acha que é só tomar um tiro na cabeça que o filme acaba Anthony? Só acaba quando o diretor disser que acabou!!!

O drama familiar da história é apresentado juntamente com a origem do Tetsuo: O Homem Bala. é um dos maiores pontos fortes do roteiro e foi o que me motivou a acompanhar o filme até o final mesmo ficando com vertigens (boa parte devido ao fato de assistir o filme doente). Yuriko, a esposa de Anthony é uma pessoa que se sente vazia e sozinha e o único elo forte que tem é com o seu marido Anthony e com o seu filho Tom(o elo chega a ser tão forte que ela tem sonhos premonitórios com o filho). Com a morte de Tom, o vazio aumenta e o único modo deste vazio ser preenchido é com a vingança! Mas a ira não é o principal sentimento desta história e sim o amor. O amor de uma mãe que sempre cantou para que seu filho Anthony mantivesse a calma desde criança. O amor que fez com que o pai de Anthony escondesse a cruel verdade sobre ele ser uma mechabioarmamutantecompoderdestrutivodok-ray! e principalmente o amor entre Yuriko e Anthony que faz com que os dois compreendam um ao outro e tenham um motivo melhor para viver sem o desejo de vingança.

Quem balar levará mexe!

O vilão do filme com tendências suicidas (provocar a fúria do Anthony é pedir pra morrer) interpretado pelo diretor é um grande FDP. Ele só está no filme para fazer o mal e a cada ação deixar o Anthony emputecido. E quanto mais raiva Hulk... Anthony tem mais forte ele fica!!! Ele é mais mau que o Pica-Pau! É ele quem atropela o filho do Anthony no início do filme, ele quem mata o pai do Anthony, ele quem revela toda a verdade sobre o que o Anthony é na realidade destruindo tudo o que ele pensava sobre sua vida, e é ele que usa a chantagem mais cruel que poderia se imaginar(isto envolve a Yuriko) para que o Anthony fique emputecido ao máximo e liberar toda a sua capacidade destrutiva. E a capacidade destrutiva do Homem Bala é uma das coisas mais fuderosas que já vi! Acredito que o vilão também deve ter sido um grande FDP nos dois filmes anteriores(tenho que ver estes filmes). O desfecho da história deixa bem claro quem é verdadeiro vilão e mostra que o amor também faz enxergar a verdade além de cegar. E aí vocês me perguntam: O que motivou que os dois desistissem da vingança? O vilão FDP morreu com a fúria do Homem Bala? O casal Anthony e Yuriko tiveram um final feliz? Quem é o verdadeiro vilão da história? sobre isto... digo apenas que se respoderem qual é o maior perigo desta história e chegarem a conclusão de como deter este perigo chegarão a todas as suas respostas. E o maior perigo desta história não é o vilão FDP!

O vilão do filme é o diretor Shinya Tsukamoto

A câmera acelerada do filme me deixou com vertigens(não recomendo assistir este filme depois que você teve febre, uma dor de cabeça e tontura) e a sonoplastia é instigante e um dos maiores pontos positivos do filme. Se vocês odiaram o vilão desta história é um bom sinal! Sinal de que o diretor Shinya Tsukamono continua sendo um bom ator e ainda assim ser capaz de dirigir com competência os seus filmes. Eu saba que já tinha visto o rosto de diretor em algum lugar e ao olhar sua biografia eu lembrei! Ele estava presente em filmes do diretor Takashi Miike, simplesmente um dos diretores de filmes de terror mais fuderosos em atividade. As temáticas abordadas no filme me lembraram na hora do Hulk (apesar do Homem Bala lembrar o Duas Caras e as mudanças dele me lembrarem aqueles simbiontes escrotos de Homem-Aranha) e as referências que o criaram como Frankenstein e o Médico e o Monstro. Se tirar um pouco do sexo e violência presentes no filme, Tetsuo: O Homem Bala poderia muito bem ser mais um seriado Tokusatsu ou filme de super-herói e não é a toa que ele foi levado para a comic-con juntamente com a divulgação da Action figure do personagem. A escolha do idioma inglês também foi acertada tanto para fins de divulgação como dentro do contexto da história que envolve os EUA e o Japão. Repito: se odiaram o vilão é porque o diretor é mesmo competente e se este filme foi legal de assistir, todos os méritos são do diretor que acertou bem em suas escolhas.

Alguém aí me compra um destes?

Achei o filme muito foda! Vou procurar ver se encontro os dois filmes anteriores da trilogia (e outros filmes do diretor). Ainda estou meio tonto e com a sonoplastia do filme na cabeça enquanto escrevo este texto...

Tetsuo: O Homem Bala
Ano: 2009
Diretor: Shinya Tsukamoto


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...