sexta-feira, 27 de junho de 2014

Lançamento da Revista Macaxeira Zine



Hoje estive presenta na Comic Coffee Shop para o lançamento da Revista Macaxeira Zine. Cheguei acompanhado da amiga/artista Alexandrina Viana e do amigo/artista Ezequiel Luiz que encontramos no shopping. Assim que chegamos, fomos direto aos quadrinhos. A sensação foi a mesma da inauguração: Crianças em uma loja de doces. Os quadrinhos com a produção local estavam bem visíveis (são os primeiros que vai encontrar) apresentando o interesse sincero em fomentar e divulgar a produção de quadrinhos local. Foi bem legal porque a sala não estava tão quente como na inauguração e, enquanto apresentava alguns quadrinhos aos amigos, eles também me apresentaram outros quadrinhos bem interessantes para ler. Entre os quadrinhos e coisas nerds que tinham por lá, o que me chamou atenção foi a camisa do Evil Dead (pena que só tinha no tamanho pequeno). Mas em compensação, encontrei uma camisa bem bacana do Contos da Crypta!(vocês lembram da série de TV né? eu achava ela muito foda!) Uma variedade enorme de quadrinhos pra olhar, boas companhias e conversas agradáveis... Pra mim isto já era o suficiente pro evento ter sido legal. Mas ele ainda nem começou, pois eu ainda não tinha ido conferir de perto o que tinha preparado o pessoal do Macaxeira Zine.

 
A produção local de quadrinhos é um dos destaques da Comic Coffee Shop

 
Pessoas conversando e se divertindo enquanto olham os quadrinhos

 
Hail to the king Baby! (pena que não tinha um tamanho maior quando fui)

 
Eu fiquei uma boa parte do meu tempo por aqui

 
Eu escuto em minha mente aquela risada escrota desta caveira quando olho pra camisa que comprei!

A exposição do Macaxeira Zine estava acontecendo na sala ao lado de onde estavam os quadrinhos. Mar foi a temática escolhida para a exposição coletiva apresentando ao público os autores e artes que integram a primeira edição do Macaxeira Zine (que descobri se online). A exposição estava bem organizadinha em uma das paredes com o mar delimitando o espaço onde as artes estavam expostas. Achei a proposta bem legal com uma exposição bem rica em diversidade, técnicas, cores e estilos sobre o mesmo tema. Perto da exposição, estavam sendo vendidos prints das artes expostas e diversos títulos do catálogo da Editora Tribo. Entre eles estava o lançamento do Zine Só entre as novidades da editora. Aproveitei a oportunidade para comprar o zine Diário Desenhado  do Aureliano Meds que eu ainda não tinha. A música ambiente da exposição ficou por conta dos DJ's Danina Fromer, que já tem um longo histórico no ótimo trabalho que desenvolve, e do já citado Aureliano Meds (que deu uma boa dose de anos 80 ao evento). Para acompanhar o andamento do Macaxeira Zine, visitem a página do face neste endereço eletrônico: https://www.facebook.com/macaxeirazine?ref=profile. e para ler a primeira edição em pdf do Macaxeira Zine ("pagando" com um twiit ou postagem no Face), visitem este endereço eletrônico: http://macaxeirazine.tumblr.com/.

Ale conferindo as artes do Mar

Artes de Pedro Balduino e Luiza de Souza

Artes de Natsy Alencar e Leander Moura

Artes de Vitor Moura e AnaLu Medeiros

 
A mesa da Editora Tribo/ Macaxeira Zine bem movimentada

Artes de Igor Costa e Jackie Monteiro

Artes de Igor Marcelino e Flávia Duarte

Artes de Rafael Oliveira e AnaLu Medeiros

 
Mais olhares para o Mar e para o evento em si

Artes de Igor Costa e Flávia Duarte

 
A simpática Flávia Duarte mostrando que as ilustrações podem sair literalmente do papel

Artes de Vitor Moura e Jackie Monteiro

Artes de Natsy Alencar e Leander Moura

DJ Aureliano!

O Aureliano trouxe em sua playlist músicas dos anos 80/90 que eu ouvia em minha infância

Aproveitei a oportunidade que ele tava tranquilinho de boa e pedi pra ele autografar o Diário Desenhado

"Caro Joseniz aproveite a viagem para dentro de minha cabeça abraços Aureliano" (Aureliano Meds)

Artes de Rafael Oliveira e Igor Marcelino

 
O evento estava bastante movimentado!

Arte de Luiza de Souza

O Autor em Crise Joseniz e a amiga/artista Alexandrina Viana na exposição do Macaxeira Zine


O Drink and Draw foi uma festa à parte, agitou bastante as coisas e as mesas estavam lotadas com os artistas desenhando enquanto público acompanhava bem de perto a criação artística. A proposta do Drink and Draw é bem simples: beber e desenhar. Quando estava em Belo Horizonte no FIQ, tinham vários shows com Drink and Draw e, mesmo sem show nenhum, bastava sentar em um bar com outros amigos quadrinhistas que isto acabava acontecendo. Não sou de beber muito, mas acho isso bem divertido pela animação e alegria que eventos como este proporcionam. Tirando a AnaLu, a Luisa e a Jackie, todos eram rostos desconhecidos por mim e não cheguei a conversar tanto com o pessoal. Quando as mesas começaram a esvaziar, sentei timidamente para desenhar sóbrio um pouquinho. Desenhei uma versão de Ana e o Sapo e outras coisinhas que vieram à minha cabeça no momento. Enquanto desenhava, conheci a simpática Paula que finge muito bem em desenhar e deixou algumas ilustrações em meu caderno de desenhos. São desenhos bem pessoais e com uma história nos bastidores. Curto muito isso e por isso considero eles especiais. Ela tem umas idéias bem legais que espero que sejam realizadas futuramente. O Drink and Draw foi legal e mesmo quem não desenhou nada com certeza se divertiu!

Gente que só a muléstia dos cachorro doido curtindo o Drink and Draw

Quase não tinha espaço nas mesas com tantos artistas juntos!

AnaLu desenhando bem tranquilinha...











Não resisti e fiz um desenho de Ana e o Sapo!



Desenha, desenha, desenha...

Luiza de Souza se divertindo ao fazer suas ilustrações

Desenha, desenha, desenha...

Todo mundo desenhando e se divertindo!

Desenha, desenha, desenha...

aqui desenhei uma das moças que estava em um uma das mesas e um índio da tribo Punk Rock!

Desenha, desenha, desenha...

... E desenha, desenha e desenha mais um pouco!

Esta página foi o resultado de meus desenhos iniciais (eu estava sóbrio quando fiz isso)

Paula fingindo que desenha em meu caderno

Obrigado pelas ilustrações Paula! (sim, lá embaixo tem um pato vampiro)


Boa parte do pessoal já tinha ido pra casa mas, fiquei um tempo a mais em boa companhia com o pessoal legal que ainda estava por lá. Movido a Tequila, segui um pouco mais com o Drink and Draw e desenhei todos os que estavam presentes um pouquinho mais ébrio. Enquanto desenhava, tive uma boa conversa com o David Rêgo que me falou de seu trabalho, do que tem sido desenvolvido na loja e do grande interesse em conhecer a produção de quadrinhos dos artistas locais. Uma coisa que sempre falo por aqui é que reconheço quando alguém está determinado a levar o projeto adiante e do quanto isto é importante para ele através do brilho nos olhos. E o David tinha este brilho quando estava falando dos planos para este espaço. Isto e o fato de que, desde a inauguração da loja, passo a passo ela está se tornando um espaço multicultural bem legal de se frequentar onde somos apresentados a diversos artistas locais (de várias áreas artísticas). É legal ver a concretização do sonho de outras pessoas diante dos seus olhos. Me inspiram a seguir adiante com os meus próprios sonhos e me passam confiança em ajudar a manter o sonho dos outros vivo (ainda mais se eles seguem uma linha bem humana que você acredita). Pelo que conversei, os planos para a Arte Sequencial que ele me falou foram bem legais e tenho certeza que vão acontecer mais coisas legais pela frente. Eu adoro conversas assim! Antes de ir deixei de presente a ilustração que fiz das pessoas legais que ali estavam. Ah! Eu ganhei também uma HQ bem legal do Wolverine de presente.

David contente com a ilustração que deixei de presente

Na ilustração : Paulo Emílio, Flávia Duarte, David Rêgo, não lembro o nome desse cara mas ele é legal, 
outro Paulo, Andrea e por fim eu dizendo que bebi antes de desenhar isso!

Presente bem legal que ganhei durante o evento (ainda não tinha lido esta minissérie do Wolverine)

video
Mick Jagger e David Bowie dançam a música Baby Doll de Nylon- Robertinho do Recife 
(eu tinha que encerrar com esta música)

O evento de Lançamento do Macaxeira Zine foi divertido! O pessoal do Comic Coffee Shop mais uma vez divulgou e promoveu os artistas locais em um evento sensacional. O pessoal da editora Tribo fez um lançamento de mais um zine impresso além, é claro, do lançamento e exposição do Macaxeira Zine. E este evento que marca os autores do Macaxeira Zine pois ele é a concretização do sonho de vários autores que se uniram e tornaram este projeto realidade. as pessoas que fazem a Comic Coffee House, a Editora Tribo e o Macaxeira Zine possui muito em comum pois surgiram há pouco tempo em Natal, seguem com seus sonhos e os tornam realidade com muita determinação. É legal demais ver tanta gente legal unida em um mesmo espaço cooperando para realizar o sonho uns dos outros. Revi amigos, fiz boas amizades aqui direta ou indiretamente, tive meus momentos agradáveis e estas coisas pra mim não tem preço. Sempre que puder ajudar alguma forma este pessoal bacana eu ajudarei e podem aguardar novidades em breve neste infame blog, pois com a determinação destas pessoas, esta história não termina aqui.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...