domingo, 12 de junho de 2016

Circuito Cultural Ribeira: Junho

 

Hoje Hanna e eu estivemos presentes no Circuito Cultural Ribeira de Junho dedicado ao Dia dos Namorados. Foi um dia legal onde a gente reviu bons amigos e fez um passeio pelos espaços. A única parada que fizemos foi na Casa Da Ribeira onde o sueco Adam Evald estava se apresentando com sua banda o show "Love Knuckles Peace Dove" (também o nome do primeiro álbum da banda). Tivemos sorte em pegar os ingressos cedo e pegar bons lugares, pois a Casa da Ribeira estava lotada. No palco estavam Adam Evald no piano e vocais, Caroline Karpinska no violino e Gelda Hormquist no Tchelo. Suas músicas em estilo POP/Folk falam das luz e trevas do romance. Algo emocionalmente forte, atraente e que desperta a atenção com os acordes das cordas. O tipo de música perfeita para se ouvir no Dia dos Namorados. Todas as músicas do álbum foram tocadas com algumas músicas surpresa no meio do caminho. Outro show dentro do show foi o bom humor com que o Adam e banda interagiram com o público em uma agradável conversa. Mesmo que a música fosse ruim (coisa que não é nem um pouco) só a conversa já era um bom motivo para estar ali. E com a mesma simpatia e atenção o Adam recebeu ao público ao final do show, onde alguns álbuns da banda estavam disponíveis para venda. Estou ouvindo o CD neste momento enquanto escrevo o quanto o show foi legal e o quanto o Evald foi bem caloroso ao tirar uma foto comigo e Hanna. E também o quanto foi legal passar um Dia dos Namorados bem feliz ouvindo as músicas dele. Aliás, deixo por aqui um vídeo da música Guts (a que eu curto mais) para que sejam devidamente apresentados à sonoridade agradável de seu trabalho musical.

video
 Adam Evald- Guts 

 E aqui amiguinhos, estamos vendo uma apresentação musical foda!

 Quem foi teve um Dia dos Namorados inesquecível!

Adam Evald, Eu e Hanna bem felizes :)

Foi legal conhecer o trabalho do Adam Evald e banda. Não é todo dia que um músico de câmara Sueco se apresenta por aqui e quem foi (mesmo sem conhecer o trabalho do músico como eu) viu uma apresentação muito foda. O ingresso foi gratuito mas este é o tipo de som que eu pagaria pra ver o show sem pensar duas vezes. Agora que conheci este belo trabalho vou procurar pelas músicas e ver quando ele vai se apresentar em terras brasileiras novamente (ou ver quando viajar pra Europa). Soube de forma informal (então não é 100% de certeza mas pode ser verdade) que possivelmente não haverá outra edição do circuito por falta de apoio político na cultura local. Espero que este tipo de posição política local quanto a cultura mude, mas como estamos vendo (se você não passou a vida numa caverna) este é um problema nacional. E o problema não está nos artistas e sim nas políticas públicas voltadas pra cultura. O circuito deu uma parada de um ano por falta de apoio. Espero que não demore tanto tempo, caso isso ocorra de novo, pois Natal precisa muito de iniciativas assim. Conhecer a própria cultura e ter contato com culturas diferentes, artes diferentes é o tipo de experiência que todo ser humano deveria ter acesso.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...