segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Universo DC nos Cinemas


Durante um bom tempo a DC reinou em absoluto nos cinemas com filmes de heróis inspiradores, mas hoje eles são apenas sombras daquilo que um dia já foram em filmes fracos. O grande vôo veio com Superman (1978) dirigido por, com Cristopher Reeve fazendo acreditar que o homem pode voar. E o Batman (1989) dirigido por Tim Burton, com Michael Keaton representado o personagem de uma forma bem sombria (e que foi a maior influência para a animação de sucesso nos anos 90) quebrando o estigma humorístico da série de TV dos anos 60. Claro que rolaram outros filmes antes destes como o do Superman de George Reeves e o Batman de Adam West e também de outros heróis como o da Supergirl (1984) e do Mônstro do Pântano (1982) mas, nenhum deles teve o mesmo impacto no cinema e cultura Pop que estes filmes do Batman e do Superman. Reparem que até então, a Warner investia pesado no cinema apenas nestes dois personagens, de um rico universo construído nos quadrinhos. Os outros heróis como o Flash, corriam por fora...

A Luz e as Trevas do universo DC nos Cinemas

Lembrando que o Universo DC é bem maior!

Com Christopher Reeve em uma cadeira de rodas, sem ninguém à altura para substituí-lo nos cinemas (mesmo antes disso a franquia não estava indo bem), e com o Batman sendo mais alegre nos filmes do Schumacher, os filmes de herói da DC foram sepultados por um bom tempo. O mais próximo do Superman foi o filme Steel e só era possível ver uma adaptação do Batman legal nas animações. Corria nos bastidores da Warner que aconteceria um crossover entre os personagens no cinema, mas isso não ocorreu. Bem que tentaram trazer o Superman de volta com o projeto Superman Lives, mas acabou não dando certo. Os relatos de Kevin Smith sobre os bastidores do filme (e que explica muita coisa sobre a Warner) são um show à parte. E enquanto isso a Marvel firmou seus heróis no cinema com Blade (1998), X-Men (2000) e Homem-Aranha (2002).

Perdemos a chance de ver este grande filme com o Nicolas Cage

video
Kevin Smith falando sobre Superman Lives- Parte 1

video
Kevin Smith falando sobre Superman Lives- Parte 2

Até o momento, este é o filme oficial da liga!

Também circulavam nos bastidores um novo filme do Batman. O filme acabou sendo realizado pelo Cristopher Nolan ,que teve a iniciativa de apresentar sua visão autoral do Batman para Warner. O filme Batman Begins (2005) obteve um bom retorno e o Batman atingiu o seu ápice com o Cavaleiro das Trevas (2008). O oscar póstumo do Coringa do Ledger elevou o patamar das premiações de filmes de heróis, antes limitados a prêmios técnicos. Não que o Ledger tenha sido o primeiro ator indicado ao Oscar com um filme de herói dos quadrinhos (Al Pacino já tinha conseguido isto nos anos 90 interpretando o "Big Boy" do filme Dick Tracy), mas ele foi o primeiro a ganhar. Sem falar que o Cavaleiro das Trevas do Nolan é algo tão bom que nem a sequência The Dark Knight Rises (2012) conseguiu superar o filme anterior em termos de qualidade (mas fechou bem a trilogia de uma boa forma, pondo um fim na história do Batman/Bruce Wayne). A DC tentou colocar outros heróis no cinema sem ligação com o a trilogia do Nolan com Superman Returns (2006) e Lanterna Verde (2011), mas não obtiveram sucesso. Em paralelo, a Marvel criou o Marvel Studios apresentou sua primeira fase com Homem-de-Ferro (2008), O Incrível Hulk (2008), Homem-de-Ferro 2 (2010), Capitão América: O Primeiro Vingador (2011) culminando no estrondoso sucesso do filme dos Vingadores (2012). Isto tudo fora o sucesso de seus heróis como Blade, X-Men e Homem-Aranha nas mãos de outros estúdios. São muitos dinheiros!

The Dark Knight é um filme foda! Ele não funcionaria, se por exemplo, o Harvey Dent não fosse bem interpretado

 A Warner iniciou com o Homem de Aço (2013) uma nova fase da DC nos cinemas seguido por mais dois filmes Batman V Superman: Dawn of Justice (2016) e Esquadrão Suicida (2016). Os três filmes juntos custaram US$650 milhões e se pagaram, mas o lucro obtido não foi o esperado (ainda mais depois dos lucros obtidos com o Universo Cinematográfico da Marvel). E a recepção da crítica e do público não foi muito positiva. Nenhuma das três bilheterias chegam perto do lucro que a trilogia dos filmes Batman, dirigidos por Christopher Nolan trouxe para os cofres da Warner. Só o Cavaleiro das Trevas, por exemplo, foi o primeiro filme de herói a ultrapassar a casa do Bilhão! Eu disse Bilhão!

O verdadeiro herói que inspira as pessoas em o Homem de Aço

A Trindark de heróis da DC

O que acontece é que depois da Trilogia do Nolan, os outros heróis da DC estão tendo uma abordagem sombria e pé no chão como se fossem todos filmes do Batman (mesmo ele tinha suas liberdades criativas). Tanto é que na sequência do filme do Superman, incluíram o Batman (anunciado na Comic-Con e inspirado no Cavaleiro das Trevas de Frank Miller) e depois mudaram tudo e colocaram a Mulher-Maravilha além de outros heróis como o Flash fazendo uma ponta, pra acelerar o processo de um filme da Liga da Justiça. E o Marketing do Esquadrão Suicida foi centrado na Arlequina e no Coringa (com um Hype muito grande no Jared Leto depois da interpretação do Heath Ledger). Sem falar que, a maioria dos vilões é da galeria de vilões do Batman, que faz uma ponta no filme. É o universo DC nos cinemas vivendo na sombra do Batman. É aquela coisa, quando finalmente colocam um pouco de luz e diversão fazem isso no filme do Esquadrão Suicida... As coisas finalmente parecem que vão mudar com o filme da Mulher-Maravilha, que não teve nada de Batman nele (até agora).

Um pouco mais de Luz no Universo DC dos cinemas!


Na TV aconteceu o contrário dos filmes desta fase do Nolan, com o universo DC sendo integrado e expandido tanto nas animações como nas séries. As conexões entre os heróis da DC aconteciam organicamente na animação sem a obrigação de ter uma história de origem. Mesmo os personagens menos conhecidos como o Questão, eram bem apresentados em poucos minutos de desenho. Mesmo o desenho dos Jovens Titãs em Ação que é voltado para zoeira leva em consideração os outros personagens e desenhos realizados usando metalinguagem. A série do Arqueiro, que era pra ser uma série do Batman que não foi aprovada por causa dos filmes do Nolan obteve êxito. E quando surgiu o Flash a coisa ampliou e ficou com mais cara de quadrinhos com o Flash enfrentando Gorila, viajando no tempo e indo para outras terras. Também veio no embalo a Supergirl, Constantine e outros personagens pra fazer uma ponta. Tudo integrado, divertido, e sem  descaracterizar os personagens. E com o sinal verde liberado com o sucesso das séries, tem até Superman!

 A Liga que vale

 
 O Flash de duas Terras

 
 A Corrida do Século...

 E tem até referência a Crise nas Infinitas Terras! Tudo isso nas séries de TV!

 Como fã do Universo DC (uma criança que tem como primeiro quadrinho Crise nas Infinitas terras ou ama ou odeia este universo), eu fico torcendo para uma melhora dos filmes no cinema. E nos quadrinhos também! Porque desde os Novos 52, no qual a formação do filme da liga é inspirada, que estou esperando por mais coisas legais pra ler. Pra mim, os filmes definitivos do Batman e do Superman já foram feitos e o que está vindo agora é puro entretenimento. O filme do Homem-de-Aço finalmente teve cenas de ação fodas com o Superman. O Filme do Batman V Superman me permitiu ver finalmente os dois se batendo no cinema. E o filme do Esquadrão Suicida... Porra! Fizeram finalmente um filme com o Esquadrão Suicida! Os três filmes tem suas falhas (muitas falhas) mas estão fazendo dinheiro suficiente para seguir com os planos de mais filmes de heróis da DC. E isso é bom porque pode dar merda e eles acabarem fazendo filmes fodas! Mas precisam correr contra o tempo. São tantas possibilidades: um filme zoeira com Lobo, um sitcom com a liga engraçadinha, um Road Movie com o Arqueiro e Lanterna Verde, filmes Noir com os policiais de Gotham, Terra 2, Injustice... Se perderem a corrida, podem tentar um novo começo zerando o universo com o Flash ou uma Crise bem diferente da Crise Criativa que a Warner e a DC estão tendo.

 
 Fale o que quiser do filme, mas ver isto nos cinemas foi legal!

 Corre Flash! Correeeee!!! Altera a realidade dos 3 primeiros filmes!!!

No calendário estão: Mulher-Maravilha em Junho de 2017 (acredito que o filme vai ser foda porque a diretora é fodona!); Liga da Justiça- Parte 1 em Novembro de 2017 (ainda acho que o da Mulher-Maravilha vai ser melhor); The Flash em 2018; Aquaman em 2018; Shazam em 2019; Liga da Justiça- Parte 2 em 2019; Cyborg em 2020 e Tropa dos Lanternas Verdes em 2020. Fora os boatos de um filme do Batman,Superman,Gotham Sirens, Liga da Justiça Dark e de até um filme com o Adão Negro. Pelo que vemos nos trailers da Mulher-Maravilha e da Liga da Justiça. Finalmente tem mais identidade nos personagens, mais humor e um pouco mais de Universo DC. Até agora, o filme do Esquadrão Suicida, por pior que seja, é o que chegou mais fiel na caracterização de personagens da DC. O filme do Homem de Aço é o que tem o melhor roteiro. principalmente por conta dos Kryptonianos. E a luta do Batman V Superman foi legal. Zack Snyder sabe caracterizar bem o visual dos personagens com uma boa cena de ação, mas na hora de dirigir como um todo, é como um Superman descontrolado destruindo tudo o que tem pela frente. Tem muita idéia legal nos filmes da DC mas está faltando uma boa execução. Vamos ver o que acontece...

 Teremos um futuro iluminado para os filmes com os heróis da DC?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...